BELLE EPOQUE ROSÉ 2006

Delicado, rico e voluptuoso. Um cuvée excepcional da coleção de prestígio da Perrier-Jouët.

belle epoque rosé 2006 bottle

Notas sobre a confecção do vinho

Belle Epoque Rosé 2006

Confeccionado apenas em safras notáveis, esse vinho é o resultado de um ano de generosidade da natureza.

 

A primavera foi marcada por geadas tardias, o verão foi muito mais quente e pontuado por algumas tempestades, permitindo o sucesso da floração. A natureza finalmente trouxe um clima perfeito em setembro, para permitir que as uvas amadurecessem totalmente, a tempo para a colheita.

Com as uvas provenientes dos melhores terroirs de Cramant, Avize e Le Mesnil, as Chardonnays (50%) trazem elegância e frescor floral à mistura. Generosa e redonda, a safra de 2006 combina a elegância do Chardonnay com a riqueza dos Pinot Noirs (45%) de Mailly, Aÿ, Verzy e Rilly; e os aromas arredondados de frutas vermelhas dos Pinot Meuniers de Dizy (5%). Por fim, os vinhos tintos Pinot Noir (11%) de Vertus e Vincelles emprestam ao cuvée sua tonalidade rosa pura e sutil.

Essa combinação produziu um vinho delicado, mas intenso, rico e voluptuoso. Este é um cuvée que provoca uma contemplação pensativa para apreciar cada nuance.

Dosagem: 8 g/l – Amadurecido por pelo menos seis anos nas caves da casa.

Explore os segredos de dois séculos de herança da Perrier-Jouët

Características

Esse vinho é o resultado de um ano de generosidade da natureza

Confeccionado apenas em safras notáveis, esse vinho é o resultado de um ano de generosidade da natureza.

APARÊNCIA:

Um rosa pálido com toques de laranja e uma espuma muito vívida.

AROMA:

Rounded yet delicate aromas of red fruits (red currants, raspberries and pomegranate) combine with blood orange and grapefruit. This is followed by hints of nuts, brioche, honey and caramel.

PALADAR:

O ataque é vívido e fresco, ainda assim redondo. O paladar é intenso, generoso e poderoso, mas delicado, com pureza das frutas, grande requinte e uma finalização longa e persistente.

Leia as notas de degustação sobre o Perrier-Jouët Belle Epoque Rosé 2006.

Beauting: Harmonização do
Perrier-Jouët

O refinamento está no contraste

Um equilíbrio perfeito entre as características generosas da safra de 2006 e a consistência do estilo da casa Perrier-Jouët.

Em 1902, Emile Gallé desenhou um delicado ramo de anêmonas para ser gravado nos prestigiados cuvées da Perrier-Jouët. A Casa tem se mantido fiel a essa herança artística desde então. A mesma tradição deu origem ao Beauting: uma visão da gastronomia que adota a Beleza e a Boa Comida, transformando cada prato em uma obra de arte, em perfeita harmonia com cada cuvée. Uma experiência sensorial única e um banquete para os olhos e o paladar.

Este cuvée intrigante pode ser servido entre 10 °C e 12 °C, como aperitivo ou com as refeições.

Ele combina lindamente com sabores que variam de aves de caça, como ganso ou pombo, até sobremesas como charlote de frutas ou pavlova de frutas vermelhas.

Leia sobre a estética do Perrier-Jouët Belle Epoque Rosé 2006

Opiniões de especialistas

"O Belle Epoque Rosé 2006 é um vinho delicado, rico e voluptuoso, que faz parte da coleção de prestígio da Perrier-Jouët".

"O Belle Epoque Rosé 2006 é um vinho delicado, rico e voluptuoso, que faz parte da coleção de prestígio da Perrier-Jouët".
Hervé Deschamps, chef de cave

A Casa

O melhor vinhedo

65 hectares, com classificação 99,2% na escala dos grands crus e 5 dos vinhos mais importantes, sem as quais este champagne excepcional não poderia existir.

SAIBA MAIS

A Casa

Uma anêmona como uma obra de arte

Em 1902, a anêmona japonesa foi desenhada em uma garrafa Belle Epoque – um ícone que alçou grandeza ao longo dos anos.

SAIBA MAIS