Belle Epoque 1996

Maduro, ainda que fresco,
um paradoxo surpreendente e uma dualidade inesperada,
a pátina do tempo.

Belle Epoque 1996

Notas sobre a confecção do vinho

Uma ilustração impressionante da arte da safra de acordo com a Perrier-Jouët.

Uma safra rara, confinada por muitos anos ao silêncio das adegas da Perrier-Jouët, uma expressão autêntica de uma tradição transmitida desde 1811.

 

A casa perpetua a arte da safra desde 1811. Primeiro, seleciona vinhos de anos notáveis e, em seguida, confia essas safras raras ao silêncio de suas adegas. Ainda que cada uma possua o caráter especial de seu ano, todas ilustram a excelente qualidade das vinhas Perrier-Jouët. 65 hectares, com classificação 99,2% na escala dos grands crus. As vinhas estão situadas no "triângulo mágico de Champagne", um local perfeito que concede aos Chardonnays grande maturação, com aromas generosos de flores brancas, semelhantes ao espiral de anêmonas japonesas do frasco, desenhado por Emile Gallé em 1902.

Um caráter enriquecido pela experiência da casa e desenvolvido ao longo de mais de dois séculos por apenas sete mestres de adega. Cada um deles foi treinado pelo mestre anterior, como artesãos que entregam zelosamente seus segredos de fabricação de pai para filho, garantindo assim a longevidade do estilo distinto que caracteriza a Perrier-Jouët. Hervé Deschamps, o atual chef de cave e guardião desse conhecimento precioso desde 1993, passou dez anos trabalhando ao lado de seu antecessor antes de dominar as sutilezas do estilo da casa e sua tonalidade floral exclusiva. Considerando cada cuvée uma obra de arte única, Deschamps confecciona e esculpe, com a atenção de um artesão aos detalhes, cada um dos vinhos que compõem suas criações, a fim de dar plena expressão à elegância e ao requinte da Perrier-Jouët.

1996 foi um ano excepcional: apesar do clima difícil, os mostos atingiram um perfeito equilíbrio entre açúcar e acidez e evocaram uma perspectiva promissora e prolongada. Isso se confirmou nesse cuvée particularmente impressionante. A composição é constituída por 50% de Chardonnays, os grands crus de Cramant, Avize e Chouilly; 45% Pinot Noir dos grands crus de Mailly, Aÿ, Verzy, Cerzenay e Bouzy; e 5% Pinot Meunier (Dizy, Hautvillers, Venteuil).

Um magnífico estojo de madeira, gravado com a icônica anêmona e a safra, é a moldura perfeita para esse vinho raro.

Saiba mais sobre a rigorosa consistência da casa Perrier-Jouët.

Características

A mais surpreendente e mais rica em contrastes de todas as safras da Perrier-Jouët

Maturação e frescor combinam-se em uma ilustração surpreendente e excepcional do estilo Perrier-Jouët.

 

Pela primeira vez desde sua fundação em 1811, a casa Perrier-Jouët abriu suas portas para revelar algumas safras raras, anteriormente mantidas sob um véu de sigilo em suas adegas. Hervé Deschamps selecionou algumas garrafas de cuvée Belle Époque que são agora quase impossíveis de encontrar: 1982, 1985 e 1996. Eles não perderam nada de sua autenticidade ao longo dos anos e são um testemunho de um estilo único e inabalável, conhecido pela sua elegância floral e seus aromas trabalhados à perfeição.

"Revelar esses vinhos significa compartilhar com outras pessoas o que senti ao criá-los. Esses vinhos contam uma rica história em emoção humana".

Hervé Deschamps, chef de cave

APARÊNCIA:

O olhar é infalivelmente atraído para os reflexos sutilmente espumantes do amarelo, agraciado com bolhas finas e persistentes.

AROMA:

Um aroma fino e delicado oferece frutas maduras, amarelas e ácidas que rapidamente abrem caminho para aromas de frutas cítricas cristalizadas e doce de laranja, antes de culminar em notas doces e amanteigadas e um floreio final do caramelo leitoso.

PALADAR:

O paladar é imediatamente atingido por um toque ácido, cuja qualidade persistente traz o magnífico buquê floral da safra.

"Uma pedra preciosa, na qual somente o tempo pode acrescentar sua pátina" Hervé Deschamps, chef de cave.

Descubra as outras safras raras Perrier-Jouët Belle Epoque 1982 e 1985

INTERESSADO EM OUTRA SAFRA?

Descubra nossas safras